sexta-feira, 11 de maio de 2012

Ne me quitte pas

E para não perder o hábito...A tradução que amo


Não me deixes mais
Vamos esquecer
Tudo o que passou,
Que ficou para trás
Esquecer o tempo
Dos mal-entendidos
O tempo perdido
Em pensar demais
Esquecer as horas
Que quase mataram
De dúvida e de medo
A felicidade

Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais

Vou te oferecer
Pérolas que eu vi
Chover num país
Onde não chove mais
Revolver a Terra
Muito além da morte
Dourar o teu corpo
Onde ele estiver
Onde eu viverei
O amor será rei
O amor será lei
E tu reinarás

Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais
  
Que eu inventarei
Palavras sem nexo
E tu compreenderás
Pra falar de antes
Que por muitas vezes
Sentiram
Seu próprio coração queimar
Eu vou te contar
A estória de um rei
Que morreu tão triste
Por nunca te encontrar

Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais


Dizem que é comum
Renascer o fogo
De um velho vulcão
Que não arde mais
Também já se viu
Em terras destruídas
Renascer mais trigo
Que no melhor abril
E pra se inflamar
Uma tarde no ar,
O vermelho e o negro
Não se casam mais

Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais
Não me deixes mais


Eu não vou chorar
Não vou mais falar
Vou ficar em paz
Quero só te ver
Dançar e sorrir
Quero te ouvir
Cantar e falar
Deixar-me existir
À sombra da tua sombra
À sombra da tua mão
À sombra do teu cão