segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A arte de ser maltrada

A duras penas tenho aprendido em Política a lidar com cara feia, esnobadas, patadas e coisas do gênero. Hoje tive minha estreia com o governador nesse sentido. Não vou dizer que ele foi grosso - foi até paciente, já que eu estava meio nervosa de ter que fazer perguntas dificéis. Mas é que educaaaaaado ele também não foi. Foi diferente da única vez em que eu tive de cobrir um evento com ele. Na época eu trabalhava no Circuito Goiano e ele me deu uma fatia de melancia...rs. Enfim....Acho que vou acabar ficando casca grossa. Na Assembleia eu já aprendi a driblar as caras ruins. Falta agora expandir esta capacidade para outras autoridades....rs. Mas a verdade é que, quanto mais maltratada eu sou em Política, mais eu sinto que estou fazendo meu trabalho direito. Não existe nada pior que um deputado, por exemplo, ser personagem de uma matéria minha e depois dizer: "aquela matéria ficou muito boa". Isso é ruim, muito ruim....rs.

3 comentários:

  1. Erika,
    Vá em frente!!
    Você tem um texto bom e foi uma aluna aplicada. Leia mais sobre Política; leia os grandes comentaristas; converse sempre com os políticos (fontes) em off; estabeleça canais de confiança e, ao mesmo tempo, mantenha sua postura profissional. Não é uma área fácil. Mas você é completamente capaz e pode tranquilamente se firmar na Política.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado...

    A imprensa tem que entender que nao existe coisa mais chata do que dar entrevista...

    ainda mais o governador q deve ser entrevistado umas 20 vezes ao dia...

    nao tem ser humano que consiga ser paciente e educado...

    pare para refletir...

    ResponderExcluir