domingo, 23 de janeiro de 2011

O inferno são os outros...mesmo!

Erika em Pires do Rio = blog atualizado. Ainda mais porque acabei de assistir Julie and Julia. E sempre que vejo ou leio algo parecido fico com vontade de transformar meu blog em algo realmente decente, com propósito de vida. Mas ao mesmo tempo eu amo esse estilo “diário”, porque de vez em quando tiro um tempo para ler tudo e só assim percebo que minha vida é muito mais dinâmica do que parece.

Eu só queria mesmo era ter mais disciplina. Já pensei em tantos assuntos para abordar aqui. Por exemplo, eu parei de me perguntar por que eu sou assim para me perguntar por que as pessoas são assim (rs). Sério, uma mudança e tanto. Olho para as pessoas mal-humoradas, grosseiras e que só pensam em subir na vida e penso: meu Deus, será que em nenhum momento elas param e pensam que podiam se esforçar para serem melhores? Eu penso muito, o tempo todo, que tenho algo a fazer para melhorar. E realmente me esforço, de verdade. Daí eu penso: por que as pessoas não podem ser assim?

Reconheço que isso tem um pouco de "rabugice" – e juro que já estou pensando no que vou fazer para deixar de reparar tanto nos defeitos dos outros. Por que eu também sofro em não conseguir entender as pessoas e ter que conviver com elas. Eu queria olhar para alguém que se conformou em ser insuportável e não me deixar afetar com isso. Mas eu não consigo! Eu reparo. E enlouqueço! E me lembro que Sartre tinha mesmo razão: o inferno são os outros.

4 comentários:

  1. Nossa Erika nem imagino o que aconteceu, mas seja lá o que for...
    E eu gosto do seu blogger

    ResponderExcluir
  2. Eu pensei a mesma coisa quando vi Julia e Julie. E o melhor é relaxar. Nesse fim de ano meu pai me disse que é ruim a gente querer mudar os outros ou ficar muito indignado que isso só vai fazer mal pra gente. Porque babacas sempre vão existir e atravessar o nosso caminho.

    bjos

    Maria Cristina

    ResponderExcluir
  3. Vamos fundar nossa comunidade alternativa só com gente legal!

    ResponderExcluir
  4. Quando assisti Julie e Julia, no vôo para a Irlanda, só queria experimentar aquele tanto de comida (rs), mas saber da importância de influenciar vidas por meio das redes. bj.

    ResponderExcluir