domingo, 26 de dezembro de 2010

Minha família é muito unida. E também muito ouriçada

Minha família é realmente muito peculiar - especialmente em seu lado musical. Basta dizer o seguinte:
- Ao cantar "Parabéns" para alguém, ela emenda as seguintes músicas:
"Essa pequena cruz\Será um relicário\Lembrará sempre o diiiiiiia de seu aaaniversário\E ao erguer essa taça (aqui todos levantam os copos com cerveja) Deus peça uma graça toda em seu louvor\Meu coração assim diz, serás muito feliz, parabéns meu amoooor\E nas minhas orações\Pedirei ao bom Deus\Muitas felicidades\Juntamente aos teus\Paaarabéns (todos gritam aqui) meu amooooor\Com saúde e alegria\Em teu aniversáaaario\Canto essa melodia:" Aqui entra "Parabéns pra vc", emendando com "É big, é big, é big é big é big\É hora, é hora". Tá achando que acabou? Para finalizar a família canta a seguinte canção: "Fulano será abençoado\Porque o senhor vai derramar o seu amor\Fulano será abençoado\Porque o senhor vai derramar o seu amor\(Aqui todos levantam a mão no gesto de abençoar) Derrama, Senhor, derrama, Senhor, derrama sobre ele o seu amor\Derrama, Senhor, derrama, Senhor, derrama sobre ele o seu amor." Perceberam que cada "Parabéns" da família dura no mínimo meia-hora?
- Mas daí estamos em noite de Natal. Então após o parabéns provavelmente estaremos perto da meia-noite. É quando minha família, católica e herege ao mesmo tempo, canta a singela canção (que muitos devem conhecer com uma letra digamos...mais propícia...rs):
"25 de dezembro quando o galo deu sinal\e nasceu o menino Deus\numa noite de Natal aaaaai aaaaai (aqui a família "uiva"...rs)\Santo rei levou marrucu, marrucu do Santo Rei\Marrucu do Santo Rei aaaai aaaai (sim, é isso mesmo que vocês leram)\Obrigado pelo café\Pelo pão bão da sua muié\Pelo pão bão da sua muié aaaai aaaaaiiiiii".
- A essa altura todo mundo, chegado numa cervejinha, está alegrinho. Aí eles vão cantar uma música (essa sim muito propícia) do Vicente Celestino chamada Ébrio. A letra é sobre um artista que alcançou "os píncaros da glória", mas um dia foi abandonado pela mulher, perdeu a filha, entrou em decadência e foi vaiado em pleno picadeiro de um circo. A versão da família inteira cantando é a melhor, mas como não tenho uma gravação deixo o próprio Vicente Celestino para vocês verem. E, só a título de informação, eu como boa representante dessa família Machado também sei cantar o Ébrio no violão, em uma versão que no dia em que eu estiver ébria mostrarei para vocês.


Ah, e isso aqui é sim uma homenagem a essa família que amo muito, muito, muito mesmo. Uma família muito unida e também muito ouriçada, que briga por qualquer razão mas acaba pedindo perdão..hehe.

4 comentários:

  1. Por isso família é tão bom, cada uma com suas peculiaridades hehehe bjo

    ResponderExcluir
  2. NA minha familia tambem se canta. um pouco diferente, desde que me entendo por gente.

    "Essa pequena cruz\Será um relicário\Lembrarás nesse diiiiiiia de seu aaaniversário\Erguirei uma taça pedindo uma graça toda em seu louvor\Meu coração assim diz, serás muito feliz, parabéns meu amoooor\E nas minhas orações\Pedirei ao bom Deus\Muitas felicidades\Juntamente aos teus\ Parabens (todos tb gritam) meu amoooooor\Com saúde e alegria\
    No teu aniversáaaario\Canto essa melodia:" E ainda tem um bis do final : Parabens meu amoooooor\Com saúde e alegria\Em teu aniversáaaario\Can-to-es-sa (aqui é tudo pausado) me-lo-di-aaaaaaaaa:"


    Vc descobriu o autor? Meus avos ja faleceram e ninguem sabe falar

    Bj

    Tatiana
    BH MG

    ResponderExcluir
  3. Também procuro outras informações sobre esta música, seu compositor e/ou intérprete. Caso alguém tenha mais dicas, agradecemos...

    ResponderExcluir