terça-feira, 13 de janeiro de 2015

No caminho


Desde que tive a feliz ideia de iniciar a terapia, encaro um novo dia como cheio de possibilidades e aprendizados. E é assim que tem sido. Leio constantemente sobre yoga, reiki, terapia energética, ansiedade, filosofia (a de vida!...rs), e isso tem me ajudado a entender melhor os pontos que a terapeuta trabalha durante a sessão. Logicamente que a teoria me agrada muito, mas também tenho me dedicado às práticas. Iniciar o dia com meditação, respiração consciente e posturas do yoga já é uma rotina, bem como ficar atenta aos meus pensamentos e sempre que possível escrever sobre eles. É assim que tenho aproveitado o recesso no meu trabalho - que, diga-se de passagem, terminou hoje.

Semana passada comprei um livro que me surpreendeu pela qualidade, chamado Yoga para Ansiosos. Serve até para quem não liga a mínima para a yoga, porque os primeiros capítulos propõem a investigar muitas das causas da ansiedade. E, parando para racionar, eu pela primeira vez entendi totalmente minha personalidade! Eu era - já uso o passado (rs) - tão perfeccionista que nem me enxergava como perfeccionista. Até ler o depoimento de uma paciente que descreve totalmente o meu jeito de ser.

Não é maluco que tantas pessoas passem uma vida toda sem pensar sobre seus próprios sentimentos, condicionamentos? Quanta coisa a gente pode mudar quando compreende a razão de agirmos ou pensarmos de determinada forma. Tenho vontade de dividir isso tudo aqui no blog, mesmo sendo uma gota no oceano e que meu blog não seja assim....o mais frequentado do mundo (rs). Então, enquanto penso sobre isso, deixo ao lado alguns links que considero muito úteis e de vez em quando apareço para dividir minha empolgação por aqui.

O único outro assunto que me dedico tanto a estudar é sobre política em função do trabalho. Mas ninguém quer ler isso por aqui não, né? Foi o que pensei (rs)

Um comentário:

  1. Pode escrever sobre política, comunicação pública, yoga... Tudo eu leio. kkk

    ResponderExcluir