domingo, 13 de julho de 2008

O que significa ser forte

O significado da palavra força por muito tempo fugiu à minha compreensão. Soava como algo distante e fora da realidade. O que diferencia o forte dos fracos? A coragem de assumir riscos, de enfrentar os outros? Só agora, na vida adulta, pude perceber que ter força é algo simples de se resumir em palavras, mas difícil de aplicar no dia-a-dia.

A força atua do lado contrário daqueles que querem simplesmente fugir da situação, do medo, da responsabilidade. A primeira lição sobre isso eu recebi no meu primeiro estágio profissional, quando acompanhei timidamente o drama de uma colega que cuidava da mãe portadora de Alzeheimer. Enquanto muitos, alegando sensibilidade, preferiram evitar o contato com alguém que já foi tão cheio de vivacidade, minha colega enfrentava no cotidiano a dor de sequer ser reconhecida como filha. Mas sabia de seu papel, da necessidade de cuidar. Sabia que era preciso ser forte.

A partir daí fui observando quantas pessoas simplesmente fogem dos problemas. Um exemplo do que isso significa está no filme O Escafandro e a Borbeleta. Baseado na história real do editor da revista Elle francesa, ele narra o esforço do jornalista após sofrer um acidente vascular cerebral. Como conseqüência, ele só conseguia mexer um dos olhos para se comunicar com as pessoas. A vivacidade, energia e dinamicidade que eram suas principais características foram perdidas da noite para o dia.

Depois do AVC, esperava-se que ele tivesse o apoio de amigos e familiares. Em vez disso, teve de suportar a tristeza da solidão involuntária. Em dado momento do filme a namorada, que jamais o visitou, liga para ele, aos prantos, dizendo que não irá visitá-lo porque não deseja perder a boa imagem que havia guardado dele. Ele não a repreende, apenas comunica por meio de uma intermediária que sente sua falta.

Outras cenas parecidas repetem-se ao longo do filme. O que leva a pensar: existe fraqueza maior do que atribuir à sensibilidade suas falhas como ser humano? Ser forte é ser capaz de encarar os percalços, de olhar o problema com atenção, por mais que o coração fique em pedaços. É não deixar que a injustiça prevaleça tendo o medo como justificativa.

2 comentários:

  1. ... ser forte preciso ser forte largar a mao de meus medos... e o que o comentario ai me fez percerber que isso so depende de min ...

    ResponderExcluir
  2. é nao entendi nada dessa bosta

    ResponderExcluir