quinta-feira, 24 de julho de 2008

A beleza da vida

Ontem, lendo o blog da Lídia, ela falava que o desejo dela como jornalista é mostrar a beleza da vida. Claro, a gente sabe que a humanidade tem vários defeitos. Diria até que é irrecuperável. Quanto a isso, apesar da pouca idade (em termos...rs), não tenho mais esperanças. Mas também existem coisas belas que merecem tanto ou mais espaço nos jornais que as denúncias, as mazelas, as tragédias, as tristezas. Acho importante que os jornalistas cumpram essa função de mostrar o que está errado, isso com certeza ajuda a mudar muita coisa que está errada. Mas se eu pudesse optar – e um dia sinto que poderei – falaria apenas de generosidade, dignidade, amor e respeito à vida. Não é difícil encontrar pautas assim....

4 comentários:

  1. Apesar de exigirem sensibilidade (que se esconde nas pessoas cada dia mais), essas são as pautas mais abundantes para se fazer. Infelizmente, existe um tipo ainda predominante nas redações que acredita que SÓ notícia ruim vende...

    ResponderExcluir
  2. puxa, acho que dez, entre dez jornalistas desejam trabalhar mais pautas com enfoques positivos, relatos de lições de vida... é uma pena, mesmo, que sejamos obrigados a alimentar essa indústria da má-notícia.

    ResponderExcluir
  3. A gente consegue sim ir aos poucos mostrando também o lado positivo. Talvez nem exatamente só as coisas boas, mas as coisas de um jeito mais humano. =*********

    ^^ Feliz aqui pq vc lê meu blog!

    ResponderExcluir
  4. De repente descubro que você mudou de blog e este já está cheio de postagens, hunf! Espero que te incentive a escrever com mais frequência! Ah, mas escreve o texto do Bolhas també, viu? Beijos!

    ResponderExcluir